Quem não conhece o palhaço Ronald, símbolo da rede de fast food mais famosa do mundo? Pois é, preocupados com a relação entre o consumo de fast food e a obesidade infantil, médicos americanos publicaram uma carta pedindo que a rede McDonald’s dê um fim em seu famoso mascote. O manifesto faz parte de uma campanha da organização sem fins lucrativos Corporação de Responsabilidade Internacional (Corporate Accountability International).

Na carta aberta publicada em grandes jornais dos Estados Unidos, médicos pedem ainda que o McDonald’s deixe de incluir brindes em seus “McLanches Felizes”, refeições que contêm sanduíches hipercalóricos, ricos em sal, gordura e açúcar. Segundo os médicos, a obesidade infantil, que triplicou nos últimos 30 anos no país, está diretamente ligada ao aumento do consumo de fast food.

“Ronald é um embaixador a serviço do bem, que dá mensagens importantes às crianças sobre segurança, alfabetização e um estilo de vida ativo e equilibrado”, escreveu a lanchonete em um comunicado para defender a qualidade de seus lanches e ressaltar a função social do palhaço Ronald McDonald, que ao lado da batata frita é um dos símbolos mais fortes da rede.


 

Fonte: Época