Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o consumo de açúcar no Brasil teve um crescimento expressivo nos últimos 60 anos. Entre os fatores responsáveis estão o aumento do poder de compra e o crescimento da população. Na década de 1930, o consumo médio anual de açúcar era de 15 quilos por habitante. Em 1940, aumentou para 22. Na década de 50, o consumo passou a ser de 30 quilos por pessoa e 32 nos anos 1960. Em 1970, a média era de 40 quilos e, em 1990, o índice estabilizou-se em 50 quilos por habitante.

Com esses dados, o Brasil tornou-se um dos maiores consumidores mundiais do produto per capita. Cada brasileiro consome entre 51 e 55 quilos de açúcar por ano, enquanto a média mundial por habitante é de 21 quilos. Apesar do alto consumo, o mercado brasileiro ainda pode se expandir com o aumento do processo de industrialização de produtos alimentícios. Na década de 2000, o Brasil exportou, em média, 30% da produção, destinou 42% ao consumidor final interno e 28%, ao segmento industrial.


Fonte: Embrapa