Com certeza você já ouviu que “aquilo que entra pela boca interfere diretamente nos assuntos do coração, para o bem e para o mal”.  Esse máxima é defendida pela Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), que confirma que quando o assunto é a prevenção de infarto, entre outras doenças cardiovasculares, adotar uma dieta saudável está entre as estratégias mais eficazes.

Na lista a seguir, veja o que deve ser evitado e os ingredientes indispensáveis ao coração. Os quatro primeiros alimentos são amigos do peito e os outros quatros da sequencia, embora não sejam proibidos, são considerados verdadeiros vilões.

Aveia – Cereal que contém betaglucana, um tipo de fibra solúvel que em nosso intestino se liga à água e forma uma espécie de gel que ajuda a arrastar o excesso de colesterol para fora do organismo e contribui para manter longe o perigo do infarto.

Uva roxa – Possui pigmentos batizados como antocianinas. Antioxidante importante no combate aos radicais livres. Além de degustar o cacho no dia a dia, beba suco de uvas integral e sem adição de açúcar.

Oleaginosas – Nozes, avelãs, amêndoas e castanhas de caju e do Pará concentram tanto os ácidos graxos monoinsaturados, quanto as poli-insaturados, gorduras aliadas da saúde cardiovascular. Além de fontes de vitamina E e selênio, dois potentes antioxidantes, que impedem o acúmulo de colesterol nos vasos.


Peixes ricos em ômega-3 – Salmão, atum, sardinha são excelentes fornecedores dessa substância benéfica. Pesquisas mostram que essa gordura diminui o risco de coágulos, o que favorece a boa circulação do sangue e previne o acidente vascular cerebral, o derrame.

Gordura trans – Substância que aparece em algumas tortas, margarinas, sorvetes e biscoitos industrializados e tem alta relação com o risco cardiovascular, uma vez que aumenta os níveis de LDL e reduz os de HDL. Desequilíbrio que favorece a aterosclerose.

Gordura saturada – Presente nas carnes, no leite e na manteiga, ela interfere com o aumento do colesterol e não baixa os teores de HDL, que retira os excessos gordurosos das artérias. Por isso, aprecie suas fontes com moderação, dentro de uma dieta equilibrada.

Açúcar – Doces, sorvetes, bolos entre outras delícias carregam muito da substância. Além do diabete, estudos revelam que o consumo excessivo pode trazer danos ao coração e o aumento nas taxas de triglicérides, o que serve de base para a formação de placas nas artérias.

Fonte: Revista Saúde